Franquias, da abertura à expansão

Franquia ou sistema de franchising é um modelo de negócio usado como uma espécie de sistema administrativo, onde o propósito principal é a liberação de licença ou uso de direitos de uma marca pelo fornecedor à um cliente, chamado de franqueado, que tem o direito de usar este know-how de forma semi exclusiva.

Este franqueado, investe e trabalha da sua empresa franqueada voltando parte do faturamento ao franqueador como “royalties”. Do outro lado o franqueador cede ao franqueado parte dos direitos de sua marca, tecnologias, estratégias, modelos administrativos e tudo mais que transformou seu negócio em um modelo funcional de empresa, que agora está sendo replicada sob forma de rede franqueada. Este vínculo, é firmado mediante remuneração, e se compões sem vínculo empregatício.

O franqueador também fica obrigado a apresentar um documento chamado de circular de oferta de franquia (C.O.F), no qual ele indica as condições, e regras jurídicas da franquia. Baseado nestes documentos quase todas as redes franqueadas exigem um investimento inicial, que muitas vezes pode parecer alto, mas ele compões os custos iniciais como local de instalação, equipamentos, pessoas, etc.

Como transformar meu negócio em uma rede de franquias?

Muitos empreendedores possuem um negócio, ou ideia muito lucrativa, as vezes eles não possuem a experiência de expansão correta, e muitas vezes abrem diversas operações e acabam quebrando pois não conseguem controlar toda a grande demanda gerada por uma rede de lojas próprias, o tão sonhado modelo de negócio agora não funciona como antes.

Estas situações acontecem todos os dias no Brasil, e uma saída inteligente com certeza é transformar seu negócio em uma rede através do sistema de franchising. Mas como fazer isto? Vou te descrever abaixo o passo a passo para te guiar e um texto mais aprofundado focado na formatação de uma rede de franquias.

1º Definindo e compilando os processos para franquias

Seu negócio é um sucesso por algum motivo, e o processo com certeza deve ser fator importante para isto. Na hora de você “vender o seu negócio” esta com certeza é parte imprescindível da estratégia de expansão da sua rede. As franquias que virão devem seguir rigorosamente seu modelo de processo, esteja atendo à futuras auditorias e também a atualização constante na execução destes processos.

2º Selecionando os produtos corretos para o modelo de franchising

O produto é a segunda parte do elo da corrente do sucesso, se sua empresa já está em funcionamento, e lucrando, com certeza o produto ou serviço faz parte integrante dos números crescentes de sua empresa. Mas note que nem todos os produtos devem ser passados para uma rede franqueada. Um estudo de mercado e de marketing é obrigatório para a criação de uma rede de franquias, nele você terá todos os dados necessários sobre seu mix de produtos, e possivelmente te proporcionará a criação de novos, ou da exclusão de alguns outros.

3º Pessoas do franchising

Sempre que você ouvir falar de uma grande rede de franquias estaremos falando de pessoas competentes por trás dela, sempre. Por isto você deve ser criterioso ao escolher seus franqueados, eles devem estar de acordo com a visão do seu negócio, e principalmente compromissados com o sucesso da rede. Empresas como a Stainen podem te ajudar com a criação de um perfil comportamental para a captação de candidatos ideais à franqueados, ou até mesmo para colaboradores das franquias.

4º Instrumentos Jurídicos do franchising

Este é um passo importantíssimo para a construção de uma rede de franquias sólida e “blindada” contra eventuais problemas. De nada adianta criar um negócio lucrativo se você estiver desprotegido legalmente. Contrate sempre empresas que possuam experiência no ramo, e de preferência com alguns estudos de caso.

Se você quiser se aprofundar mais no assunto de como formatar a sua franquia veja aqui nosso post específico sobre a formatação de um negócio em uma rede de franquias.

Como expandir minha rede de franquias?

Supondo que seu negócio já está operando no modelo de franchising vamos falar agora sobre como expandi-lo pelo país e quem sabe pelo mundo. Porém esta não é uma etapa fácil, aqui encontramos diversos obstáculos a serem contornados.

Encontrar pessoas que tenham condições financeiras, a mesma visão de negócio, e comprometimento com o crescimento da rede são difíceis de se encontrar.

Você pode usar estratégias ativas de prospecção como outbound marketing, ou usar meios convencionais como TV e comerciais, também pode ser usado o marketing digital para expansão de franquias que você pode se aprofundar clicando aqui.

Vamos listar algumas opções de expansão que você pode seguir e usar em seu novo negócio:

Outbound Marketing
– Call Marketing
– Eventos
– Prospecção ativa

Mídia convencional
– Outdoors
– Rádio
– TV
– Patrocínios

Marketing Digital
– Criação de um blog
– Campanhas de facebook ads
– Campanhas de adwords
– Native Ads
– Inbound Marketing
– Automação de Marketing

Conclusão

Bom você já viu que a criação de uma rede de franquia não é um trabalho fácil, mas não quer dizer que é um trabalho impossível. Se você tiver ao seu lado as empresas corretas para te ajudar a criar/expandir este negócio, que possa traduzir sua visão de negócio para a captação de pessoas e conquista do mercado com certeza as coisas serão mais simples de se resolver, enquanto você foca no que você sabe de melhor: Seu negócio.

Sua opinião nos ajuda a fazer melhor, comenta aí...

comentários